Notícias
 
Lançados mais três livros que resgatam obras raras e antigas
Fonte: Diário do Povo | Publicado em: 02/03/2015  
 
A Academia Piauiense de Letras (APL) realizou no último sábado (28) o lançamento de mais três livros da Coleção Centenário, um projeto da instituição que visa o resgate de obras literárias raras ou antigas. O evento ocorreu na sede da academia, pela manhã, e contou com a presença de acadêmicos, escritores, alunos e professores universitários que têm interesse pela literatura.
 

 
A professora, pesquisadora e doutora em Comunicação Ana Regina Rêgo compareceu a solenidade a fim de prestigiar o relançamento das obras e afirmou que, desta forma, a academia cumpre com o seu papel de fomentar a cultura. "Trazer para o presente textos antigos, raros, que inclusive usei na minha graduação, e também fazer o lançamento de outros livros são fatos importantes. Acredito que a academia está no rumo certo, que continue assim, incentivando a cultura piauiense", relata Ana Regina.
 

 
O escritor e pesquisador Marcos Damasceno também apreciou a solenidade e comentou que a iniciativa da instituição é importante, pois, rebusca e relembra um passado que deverá servir até para as próximas gerações. "A gente tem que ser um preservador de memória. Por isso, acredito que o projeto é importante, tem dado certo e agora está sendo aberto para toda a sociedade", revela.
 

 
O professor e acadêmico Manuel Paulo Nunes, que inclusive, já lançou livros dentro da Coleção Centenário, define o projeto da academia como notável.  "É um resgate da cultura do Estado, através de livros representativos. A iniciativa da academia se define como notável", afirma Paulo Nunes.
 
O acadêmico também relembra que o projeto de resgate foi iniciado ainda na gestão do presidente Reginaldo Miranda, acadêmico que também teve obras lançadas dentro da coleção. A diferença, segundo Paulo Nunes, é que agora a academia inovou, principalmente na apresentação ou prefácio de cada obra.
 
Na solenidade também estavam presentes o atual presidente da Academia de Letras, Nelson Nery Costa e acadêmicos importantes da casa, que também comentaram sobre os livros apresentados. As obras lançadas foram: Canto da Terra Mártire, de Júlio Martins Vieira; Flores da Noite e Noite de Luar, de Lycurgo de Paiva; e Memória Cronológica Histórica e Corográfica da Província do Piauí, de José Martins Pereira de Alencastre.
 
As obras são importantes, de três épocas distintas, sendo duas de cunho mais literário e a outra histórica. Nesta reedição, a obra rara é a de Lycurgo de Paiva, com seus poemas. O autor clássico inaugurou o romantismo no Piauí, no fim de século XIX, com sua poesia. 
 
De acordo com o presidente da APL, Nelson Nery, o trabalho de reedição das três obras foi bastante dificultoso, principalmente na parte da redação, pois a escrita de muitas palavras teve que ser mudada. Apesar do trabalho, os "novos" livros devem contribuir para estudos e pesquisas, já que não se encontravam mais seus exemplares. 
O processo de reedição e lançamento de obras deve continuar até 2017, quando completa-se a coleção. Conforme Nelson Nery, a ideia é lançar este ano três livros a cada mês. 

Notícias anteriores

Voltar | Página principal

 


APL - Academia Piauiense de Letras - Copyright 2009 © - Política de Privacidade
Av. Miguel Rosa, 3300/Sul Centro - CEP: 64000-000 - Teresina - Piauí - Fone: (86) 3216-1723